terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Música de Qualidade > Todo o talento da Cantora DELMAIR*


Em meio a tanto lixo contido no atual cenário da chamada música popular brasileira. Eis que me deparo quando da minha visita à Missão Velha com uma grata surpresa, ou seja, o raro talento vocal de DELMAIR MAGALHÃES, com o seu CD "Resgatando Sonhos". Um trabalho aparentemente simplório para os que estão acostumados demais à pobreza da pouca escolha, como à miséria da nossa música miserável. Porém, o CD 'Resgatando Sonhos' é absolutamente superlativo no seu caráter essencial que é a música.
Diante disso, diria que o disco de Delmair Magalhães é ainda, uma pérola rara. Uma pedra preciosa que precisa ser lapidada e, principalmente, apreciada no seu devido grau. Algo que, malgrado seu caráter independente(o que não constitui nenhum demérito), não deixa nada a desejar aos pseudostalentos criados pela mídia marrom mancomunada com o  mercado da industria fonográfica que, via de regra, é movida sempre à  base do jabá. E que por isso mesmo, não tem compromisso algum com à arte, nem com a verdadeira cultura do nosso país.
Além do bom gosto do repertorio escolhido, que vai de Tracy Chapman, a Beatles, Lennon, Bob Dylan, Betânia, R. Carlos e Padre Zezinho. Diria também que o CD de Delmair - minha conterrânea e ex-colega de ginásio paroquial - se destaca sobremaneira pela singularidade da sua voz. Que, diga-se de passagem, consegue fugir  aos velhos rótulos com os quais se costuma conceituar os talentos vocais emergentes. De modo que, naturalmente, Delmair não se permite a este lugar-comum. 
Boa parte das canções do disco em epígrafe são cantadas na sua língua original, isto é, em inglês o que aumenta o grau de dificuldade e que se transforma em beleza. A cantora nos brinda ainda como  sobremesa  com notáveis interpretações em português de músicas memoráveis do nosso cancioneiro popular.
Por fim, um disco que não se prende ao convencional. Algo portanto, para se ouvir e também se emocionar ou ainda, quem sabe, nos abstrair da mesmice do mundo e das agruras da vida.
E como nenhum emoção pode ser explicada simplesmente por palavras; assim é que recomendo que escutem, sobretudo os que ainda se permitem à emoção, através da linguagem universal que é a música em sua plenitude maior. Ao ponto de tocar fundo o nosso coração.
Uma pena que não se possa encontrar tantas Delmair por aí.
________________
* José Cícero
Aurora - CE.
....................................
Serviço:
Delmair Magalhães
8873.5451
9711.3592
Missão Velha - CE.

terça-feira, 19 de agosto de 2014

O crescimento de Marina não é só produto da comoção – Por José Cícero


Enganam-se, inclusive os analistas políticos de plantão que continuarem achando que a ascensão da candidatura de Marina Silva seja resultante exclusiva da comoção nacional causada pela morte trágica do então candidato do PSB Eduardo Campos.
Porque esta avaliação apressada não condiz com a realidade dos fatos, visto que o crescimento da chapa Eduardo-Marina já era algo esperado a partir do início do horário eleitoral no rádio e na televisão.
Contudo, os petistas festivos e a turma do planalto se agarram a esta tese morna na esperança de que o quadro sucessório seja revertido o quanto antes em favor da candidata Dilma tão logo se esvaia a tal comoção. Porém, assim como alguns analistas(que adoram ser chamados de cientistas), eles(os petistas e seus marqueteiros) também estão equivocados em suas esperanças. Por uma razão muito simples. Quer seja: a mudança do quadro eleitoral em desfavor do PT não se restringe apenas ao fator comoção. Some-se a isso também a superação do próprio modelo petista de governar na base do “toma lá dá cá”. Que, diga-se de passagem, assassinou de vez quaisquer ideologias, fidelidades e coerências político-partidárias. Além dos escancarados escândalos de corrupção, bem como do visível nível de parcimônia e condescendência com que os corruptos, desde os aloprados mensaleiros até a CPI da Petrobras foram tratados pelo governo e por seus ‘companheiros e companheiras’.
E para piorar, os pífios resultados recentes da economia brasileira que já começa a trazer de volta os primeiros sinais de uma inflação. O desemprego, a perda acentuada do poder de compra dos trabalhadores com o rebaixamento salarial, sem esquecer a crise em setores sociais estratégicos e sensíveis como na saúde, na segurança pública e na produção só para citar alguns. Ainda a paralisação das obras do tal PAC pelo país afora. Ou seja, um ‘Brasil encantado’ que efetivamente não consegue sair do papel.
De modo que a tese de responsabilizar a comoção popular pelo crescimento de Marina Silva é uma balela. Até porque o político Eduardo Campos não tinha ainda uma imagem nacional. 
Dilma cai nas pesquisas por outras razões mais intrínsecas ao seu próprio governo que, aliás, até agora não conseguiu se desvencilhar da figura de superação do Lula. Por isso não se define enquanto protagonista, nem por uma coisa nem outra. E por certo ainda se mantêm na pesquisa de opinião pública por todo este tempo na margem dos 30 pontos percentuais por força de programas sociais, a exemplo do bolsa Família.
Portanto, além de uma plataforma política socialmente sustentável, falta também a Dilma e ao seu governo um certo carisma que possa criar um mínimo de empatia junto ao eleitorado. 
Malgrado a tragédia ou não, é provável que os brasileiros só agora começaram a se dá conta de que de fato  Ela não é Lula. E mais: se realmente a população tão logo comece a sentir na pele e no bolso os primeiros sinais de uma crise que já se avizinha e que vem  sendo camuflada; é provável que nem o Lula será capaz de evitar uma derrota iminente.
Assim  sendo, inebriados demais com o poder tudo indica que só agora a cúpula petista e a sua imensa legião de apaniguados políticos acordaram para a dura e sofrível realidade do povo. E a despeito da evidente desaceleração da economia, mais que a tal comoção diante do trágico acidente que vitimou Eduardo Campos, "eles" têm razão de sobra para se preocuparem.
Enquanto isso, Marina e Aécio estão rindo à toa. Mas nem tanto a toa assim, visto que as previsões econômicas dão conta de que a situação do país no ano que vem não será nada boa. De modo que é prudente dizer que “gato escaldado tem medo de água fria”. E no caso este gato, há de ser todos nós...
Quanto ao crescimento da oposição, já tem gente até cantando o conhecido jingle de um antigo comercial de TV que diz: “De mulher pra mulher... Marina!!!”
Deus salve o Brasil e fortaleza seu povo nos rumos da consciência e da democracia.
..................................
José Cícero
Aurora - CE.
Ilustração: http://www.publikador.com/

quinta-feira, 31 de julho de 2014

PIRANHAS: Cangaceiros e volantes, uma disputa que não faz mais sentido - Por José Cícero

Passados 76 anos da morte de Virgulino Ferreira da Silva - Lampião, tido como  o rei do cangaço, ainda  é possível notar aqui acolá,  nuances e resquícios da velha peleja, agora no campo das ideias entre os que defendem as volantes e os que glorificam os cangaceiros.
Em que pese  todos os esforços em se estudar com a devida isenção o fenômeno do cangaço, o dualismo ainda permanece vivo e exacerbado. Contudo, é preciso não perder o foco. Principalmente a real noção do papel sociológico, político e cultural do cangaço na construção da história recente do povo dos sertões.  
É como se ainda houvesse, respingos de pólvora, lágrimas, suor e sangue nas reflexões que ora se seguem em torno deste verdadeiro drama humano ocorrido desde meados do século XIX nos grotões do Nordeste. O que com Lampião, durara por mais de duas décadas, até o assassinado do cangaceiro Corisco - o diabo loiro. 
Uma mistura realmente estranha e explosiva carregada por si mesma de ufanismo, ressentimentos, romantismo e adoração. Além de uma dose excessiva  de  incompreensões, parcialidades e preconceitos.  Ingredientes que não contribuem em quase nada para a formulação de um debate franco e qualificado em torno de um tema dos mais palpitantes e polêmicos da história do Brasil.
Não faço objeção pura e simples à chamada formação do mito, quer seja como paixão ou ódio em torno da figura controversa de Virgulino - o Lampião. Isso porque, o que de fato me interessa é o homem histórico em sua contextualização temporal.  Tendo como pano de fundo, as suas relações de causa e feito com o ambiente político e  social da época. Malgrado o mito do herói ou do bandido ainda a motivar, tanto paixões quanto ódios. 
Mais tudo isso são aspectos  inerentes à própria história da humanidade. Algo ainda muito presente no imaginário coletivo das populações. No fundo, diria que, o que mais me interessa realmente é estar  atento e vigilante no sentido de nunca me permitir perder de vista a noção da verdade histórica por mais doída que ela seja. Não me deixar levar pelo achismo absoluto daqueles que de pesquisadores só têm o nome. 
A ponto de puder perceber todo o artificialismo das construções enviesadas, no mais das vezes puramente literárias ou academicistas que no geral, são edificadas não pelos sertanejos, porém pela pena refrigerada dos alienígenas de plantão, distantes demais do palco do acontecimentos. Os descompromissados com a realidade dos fatos. E que não têm sequer a mínima noção do que venha ser um mandacaru espinhento, uma jurema braba e, tampouco, ainda hoje, a dura, sofrida e dramática realidade vivida pelas gentes dos sertões. 
Tenho, por tudo isso, imensas dificuldades em acreditar no que dizem e escrevem os escritores de bancadas, como igualmente nos que mantêm seus espíritos ainda armados para a batalha. Como ainda, nos escribas laureados dos gabinetes sempre prontos para qualquer shownalismo midiático.
Em favor da história, diria que é imperioso apurar ainda mais nosso olhar, liberto de quaisquer amarras do passado buscando encontrar a verdade com imparcialidade e isenção. Uma tarefa não somente dos pesquisadores, mas de todos quantos se derem a tarefa de ler, refletir e escrever sobre esta temática. 
Não foi diferente o aconteceu durante os debates da II Semana do Cangaço ocorrida estes dias na cidade histórica de Piranhas em Alagoas. Confesso que não gostei do "tom da viola' que de certa maneira ritmou a maioria das discussões plenárias. Quer seja, satanizando Lampíão e os cangaceiros. E de certo modo, endeusando nas entrelinhas as volantes, além de eximir o sistema,  coiteiros  e os coronéis da política e latifúndio que emolduraram com rastros de violência a saga do cangaço. 
Houve até quem não gostasse, por exemplo, quando se disse que tanto volante quanto cangaceiros foram "farinhas do mesmo Saco" ou estavam no mesmo balaio. O que eu concordo acrescentando apenas, que os cangaceiros não eram pagos com recursos do Estado. 
Houve quem afirmasse na bancada que os volantes eram vocacionados, tinham uma missão a cumprir, não agiam por vingança; sendo regidos por um código de ética, diferentemente dos cangaceiros. Há controversas. Porém em partes, também concordo, ou seja, com as devidas e necessária retificações. 
Senão vejamos: Então, porque  jagunços e cangaceiros às vezes se transformavam em volantes ou vice-versa? Quantas violências horríveis foram praticadas e postas na cota de Lampião em nome da lei? Havia alguma ética ou ausência de violência na decapitação das cabeças em Angico, bem como nas inomináveis barbaridades cometidas pelo sertão adentro? 
E há até  quem diga, que quando cortaram a cabeça de Maria Bonita, ela ainda estava viva. E o dinheiro, os pertences, tanto do bando de Lampião quanto de Corisco (anos depois), com quem ficaram? Onde estava a ética? Fora também massacrada? E os bravos e  famosos nazarenos não agiam também  por sentimentos de vingança?
Em Piranhas disseram também que o que aconteceu na grota de Angico em 1938 quando Lampião e seu bando foram praticamente exterminados não constituiu um massacre e sim, um combate. Difícil acreditar na tese do combate quando se sabe que do lado das volantes  apenas o soldado Adrião foi morto e ainda por cima, com fortes suspeitas de ter sido fogo amigo. 
Ora é mister que se diga, que nem nos confrontos que se sucederam ao malogro de Mossoró em 1927  quando Lampião estava em franca desvantagem ante as tropas de três estados no seu encalço;  como o da Serra da Macambira nas proximidades de Limoeiro do Norte, do sítio Ribeiro e no cerca da Ipueiras em Aurora ambos no Ceará. Lampião não fora pego assim tão fácil com se deu em 38.
De modo que, se em Angico o que houve foi um combate. O que dizer em relação ao que fizeram as volantes estaduais também 27 na fazenda Guaribas de Chico Chicote?  Massacre, como se diz, 'é café pequeno',  o que houve foi uma barbárie. Um crime hediondo e inenarrável.
Como se percebe, assim como nas guerras, também no cangaço a verdade foi uma das suas principais vítimas. Dizer portanto, que cangaceiros e volantes se igualaram  nas atrocidades que cometeram contra o povo sertanejo, está de bom tamanho.
Por fim, penso que todos os que  vivenciaram e conseguiram a duras penas sobreviver  ao flagelo do cangaço foram igualmente vítimas em potenciais.   Qualquer outra explicação que queira destoar muito deste fato, creio que não passa de uma tentativa em vão de se querer "vender gato por lebre".
.....................................................
José Cícero
Pesquisador e conselheiro do Cariri Cangaço
Aurora - CE.
fotos CC


sábado, 5 de julho de 2014

Seleção Brasileira > Estorinha para destoar um pouco daquela que nos inventaram, ou seja, 'para Boi Dormir'*

Sem fanatismo algum torço para o Brasil na tal Copa da empresa Fifa (com o devido perdão da palavra)... E nem sei ao certo se este meu sentimento é por puro patriotismo como dizem por aí os donos da verdade via TV Globo(perdão novamente), ou pelo fato de que; malgrado o esquema de corrupção empresarial em que se transformara o futebol, confesso que ainda gosto de acompanhar(vez por outra) uma boa partida do futebol-arte(sempre que possível). Posto que, futebol bom como nos velhos tempo, não há em canto algum( a não ser na lábia da TV).
Atualmente o bom futebol(sic) só acontece mesmo para os empresários, os cartolas e os jogadores. Enquanto para o povo só resta mesmo pagar a contas do espetáculo como muito suor, paciência, adoração e sacrifício.
Ora e a mídia? >
Mas a força da mídia(como se ver) tem hoje quase o poder de Deus. Fazendo com que o povo esqueça tudo e se acostume passivamente com tudo o mais que existe de ruim ao seu redor, para enfim para gritar, sorrir, comprar souvenirs, camisetas, ingressos e assistir feliz da vida o tal futebol. Ao ponto de não mais enxergar o óbvio, como por exemplo, que a seleção não está bem. Basta ver como passou pelo Chile além da forma como se pediam ao juiz para acabar a partida com medo de um empate da Colômbia.
Sorte que o futebol mundial esta se nivelando por baixo, em que pese as famosas zebras( que é coisa comum até na copa). Há quem diga até que Neymar foi o melhor jogador em campo... Contra a Colômbia ele só não foi o pior por conta de Fred e Oscar ambos queridinhos do Felipão. Ah, sim o Felipão o melhor técnico do Brasil que rebaixou o palmeiras.
E a contusão do REYMAR? Um crime eu diria. Nada compatível com o esporte dentro do contexto de uma competição planetária como tal. Muito pior que a suposta mordida do uruguaio L. Suárez. Não sei se a Fifa pensará assim. 
E o Desfalque para as semifinais?
Sei não. Não quero acreditar em time de um atleta só. No mais, se o Brasil acha que depende tanto assim de um único jogador e não do seu conjunto para ser campeão do mundo. Então, penso que já está a um passo da derrota. Seja ele Neymar ou não. Prefiro confiar no coletivo.
E a campanha de comoção social - 'FORÇA NEYMAR!'
Ora bolas, já já ele estará de volta e isso não mexerá sequer com um só centavo de dólar dos seus bilhões. Terá os melhores médicos do mundo para tratá-lo. além dos holofotes da imprensa marrom lhe paparicando.
Ora gente. Paremos com isso. Heróis são os trabalhadores brasileiros - não os jogadores da seleção - Por favor Não acreditem tanto no que diz o sr. Galvão Bueno. Buena! Vamos pedir forças para os milhões de brasileiros que desde muito estão( neste momento, inclusive) certamente sofrendo e humilhados nas longas filas dos hospitais sucateados deste país. E os que deviam lhe prestar serviços, quiçá tranquilos diante da TV vendo a copa.
Força para o povo humilde que após cada partida volta para a árdua lida de cada dia como se a própria vida fosse um eterno domingo de futebol... Isso sim é heroísmo, patriotismo e por aí vai.
E mais: se acham realmente que um possível título da seleção irá servir para uma reeleição. Então eu me recuso terminantemente a torcer de coração, ou mesmo a sequer dizer que a minha torcida tem algo a ver com qualquer tipo de patriotismo barato. Ou não!?
Pelo sim ou pelo não. Viva o Brasil campeão...
......................................
Por: José Cícero
- Aurora - CE.

foto: charge ilustrativa(http://jboscocaricaturas.blogspot.com.br)

quinta-feira, 26 de junho de 2014

A Mordida de Luis Suárez na maçã da FIFA - Por José Cícero*

A imprensa marrom não diz, mas a punição desproporcional imposta pela poderosa FIFA ao atleta Luis Suárez da seleção uruguaia soou, como se diz por aqui,  como um verdadeiro "Boi de Piranha". Uma pantomima engendrada diante dos holofotes midiáticos do planeta no sentido de desviar os olhares do mundo  de outras coisas e acontecimentos mais horrendos e deploráveis. Alguns dos quais só aparecerão um pouco mais adiante.
Foi assim que a FIFA resolveu se utilizar a seu favor do episódio relacionado a tal mordida do craque  uruguaio no ombro(isso mesmo no ombro em puro osso) do zagueiro italiano Chiellini. Não resta dúvida. Se ao invés do Uruguai fosse uma das seleções que compõem o chamado grupo de elite da dona FIFA, era muito pouco provável que a tal entidade máxima do futebol mundial tivesse tomado a mesma atitude no que se refere a tão rigorosa punição. O que, infelizmente sobrou para o modesto Uruguai do bom velhinho José Mujica. Não fosse a celeste, a sentença não teria sido tão drástica, ou quem sabe, nem punição existisse. Talvez alegariam simplesmente  que nada constara na súmula da arbitragem.
Ora, qual a diferença entre uma mordida daquela proporção para uma cotovelada,  um carrinho, uma tesourada, um xingamento, uma falta violenta ou uma agressão qualquer? Enfim, um claro desvio de conduta esportiva.
Tudo isso é possível de acontecer numa partida de futebol em particular, como nas disputas esportivas em geral.  E por que na copa do mundo haveria de ser diferente? Então, por que a opção do estilo "dois pesos e duas medidas"? A propósito, o que pode ser mais grave, do que a ingerência e a  intolerância dos métodos adotados pela FIFA para justificar seus projetos de exploração e de poder como se viu durante os preparativos para o evento?
A mordida do Luiz Suárez, portanto,  longe de ser algo normal, também não é uma coisa nova no futebol. Até porque não estamos a assistir uma disputa entre anjos x santos. Ademais, quando um dia conseguirem a proeza de  tirar o aspecto humano do  esporte, o futebol por exemplo, não mais terá a menor graça. Sem querer ser contra a punição, mas convenhamos, a sentença estabelecida foi bastante extrema e desproporcional...
Por fim, sem a presença do craque Luis Suárez, a copa do mundo - ao contrário da FIFA, ficará ainda mais pobre de genialidade, sobretudo para  todos aqueles que aplaudem, torcem, acompanham, pagam e admiram uma  jogada espetacular,  um lance genial -  produtos de primeira linha do chamado futebol arte que, infelizmente está quase em extinção. Principalmente pelo fato dos atletas, assim como os cartolas no mundo inteiro só terem olhos para a fama e o dinheiro. 
Então, qual a razão da FIFA querer agora posar de diferente?
........................
* José Cícero
Aurora - CE.

segunda-feira, 2 de junho de 2014

Relembrando... Bastim de Luiz de Deus


Morreu nesta manhã* molhada d’Aurora
a última das nossa figuras populares – Bastim.
Partiu para o além-fronteira da vida.
nosso mascate da alegria ambulante.
Aquele que os meninos da rua apelidavam de “Paraguai”.
Morreu “Bastim” de Luiz de Deus.
Bastim do Araçá.
O dançarino das festas das praças
que às vezes se vestia como um verdadeiro Samurai.
Aquele que apreciava tanto uma “bicada”
e que no mais das vezes, exagerava,
além da conta.
E assim adormecia embriagado pelas calçadas.
Bastim a que todos o tinham como um louco,
mas não sei ao certo se de fato o era.
Era apenas um diferente...
Acaso quem mais louco seria?
os que se acham lúcidos e são imbecis.
os pseudo-ajuizados que ora fazem mal aos outros
e a sociedade como um todo...
ou o velho “Bastim” que só nos faziam alegria?
O que sei de fato e asseguro,
é que 'Bastim' de Luiz de Deus nunca fez mal
a uma mosca.
E que por isso mesmo
sei que estará a partir de hoje
certamente dançando alegremente
como fez sua vida inteira
lá em cima ao lado do Pai.
E uma vez no céu...
Quem sabe Deus,
não permitirá que mais ninguém
o chama de novo de “Paraguai”.
...............................
(*) Faleceu em 13/07/2011
LEIA MAIS EM:
www.jcaurora.blogspot.com
www.prosaeversojc.blogspot.com
www.seculteaurora.blogspot.com
www.aurora.ce.gov.br
www.blogdaaurorajc.blogspot.com

terça-feira, 27 de maio de 2014

Subjetivo*

Autor: Prof. José Cícero*
Às vez sinto por mim mesmo
todo o vazio que tenho por dentro.
Outras vezes não.
Eu simplesmente existo.
Ás vezes tento 
esquecer que sofro tanto.
Sempre quando 
alegre ou quando triste.
Eu estou sendo...
multidão de fenômenos esquisitos
do tempo
e do meu ser profano.

Aconteço e findo
a insistir com mim mesmo
de quando em vez, lutando.
Peno e não minto.
Sou poeta errante
em meus tormentos infindos.
Sou fiel e sou escravo
deste  meu pranto.
Ás vezes sinto,
outras vezes não.
Sofro e não nego.
Sou o que penso de mim mesmo.
Além de outros pensamentos tantos.
.....................
JC (2014).
(*) Prof. José Cícero
Secretário de Cultura e Turismo
Aurora - CE.

sábado, 24 de maio de 2014

Política: INÁCIO ARRUDA DIZ QUE DISPUTARÁ O SENADO

O senador Inácio Arruda (PCdoB-CE) completa neste ano 26 anos de mandatos legislativos contínuos. Apesar de sua experiência, enfrentará uma dura disputa para se reeleger ao Senado caso se confirmem as candidaturas do ex-governador Tasso Jereissati (PSDB) e do deputado federal José Guimarães (PT).
Sobre as pretensões do Partido dos Trabalhadores, Inácio lembra que a sigla já é a principal beneficiária da base aliada, com a candidatura de Dilma Rousseff à Presidência da República. E ressalta: “É preciso que todos da aliança cresçam, e não apenas um”. 

Senador Inácio Arruda - PCdoB-CE.
O parlamentar afirma que pretende disputar a vaga mesmo contra um candidato da base aliada. No entanto, prefere negociar e diz que “é preciso existir um grande diálogo. Nós temos até o dia 30 de junho para resolver”. Ele, porém, se mantém aberto a outras possibilidades de arranjos. “Não existe dessa água não beberei na política”, assegura.
Inácio, que começou sua carreira política nos anos 80 como presidente da Associação dos Moradores do Bairro Dias Macedo e da Federação de Bairros e Favelas de Fortaleza, elegeu-se vereador em 1988 e assumiu mandatos como deputado estadual, deputado federal e senador.
Em entrevista ao jornal O POVO, o senador falou sobre o intricado jogo eleitoral cearense e faz um balanço de sua trajetória política. Aborda também momentos polêmicos de seus mandatos e analisa a crise da Petrobras.
Fonte: informações d'O Povo Online

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Prefeito Adailton Macedo e Ver. Chico Henrique participam da 17ª Marcha de Gestores em Brasília

O Prefeito Municipal de Aurora José Adailton Macedo, ladeado do vereador Chico Henrique participaram da 17ª Marcha de Prefeitos, vereadores e gestores de todas as regiões do Brasil a Brasília em Defesa dos Municípios, no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB), no setor de clubes sul
O Prefeito Municipal de Aurora José Adailton Macedo, ladeado do vereador Chico Henrique participaram da 17ª Marcha de Prefeitos, vereadores e gestores de todas as regiões do Brasil a Brasília em Defesa dos Municípios, no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB), no setor de clubes sul.

O movimento dos prefeitos tem como objetivo pressionar o governo federal no sentido de obter aumento no Fundo de Participação dos Municípios (FPM), haja vista, que a CNM apresentou projetos na Câmara dos Deputados e no Senado Federal que aumenta em 2% o repasse do Fundo, e a expectativa dos prefeitos é que a matéria seja aprovada o mais rápido possível.

Segundo o prefeito de Aurora, Adailton Macedo, os administradores do país não podem cruzar os braços diante de tantas crueldades que o governo federal vem praticando contra as prefeituras, deixando os governantes praticamente impossibilitados de administrar. “Nós (prefeitos) temos que unir forças para que juntos possamos lutar em defesa do nosso povo. Jamais poderemos cruzar os braços pra esse tratamento que estamos recebendo do governo federal”, disse Adailton Macedo.

O parlamentar aurorense, Chico Henrique, falou que é inadmissível os moldes com que a gestão federal vem tratando os municípios brasileiros, principalmente os que constituem a região nordeste. “Temos que defender o nosso povo a qualquer custo, pois fomos eleitos justamente com o compromisso de representar bem a nossa população, discorreu o vereador.   

Na visão dos prefeitos, fica muito difícil administrar com o crescimento das demandas e a redução dos recursos, pois os municípios brasileiros têm sofrido com as constantes quedas do repasse do FPM, inviabilizando desta forma uma série ações e projetos das prefeituras.

Cantando o hino nacional e com palavras de ordem, milhares de prefeitos se concentram na rampa do Congresso Nacional, em Brasília, nesta quarta-feira, 14 de maio. Revoltados com a ausência da presidente da República Dilma Rousseff, e dos ministros, na XVII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, os prefeitos entram no parlamento dizendo em coro: Dilma pode esperar, a sua hora vai chegar.”

Apesar de terem sido recebidos pelo presidente do Senado Federal, Henrique Eduardo Aves (PMDB-RN), com tapete velho, os gestores municipais afirmavam: queremos respeito”.  O presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, voltou a reiterar que os prefeitos esperam do Congresso e dos parlamentares a votação da Proposta de Emenda a Constituição (PEC) que aumenta em mais 2% o Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

O Fundo é Constitucional e tem um efeito redistributivo, quanto menor o Município mais ele recebe, e a tem mais de 4 mil Municípios que tem o FPM como sustentação de suas políticas. Essa é uma das nossas lutas”, disse Ziulkoski. Ele também voltou a reiterar a reivindicação de decisão dos royalties por parte do Supremo Tribunal Federal (STF).

Nesta quinta, 15 de maio, último dia da XVII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, 03 ministros participaram do evento. São das pastas de Saúde, Arthur Chioro; de Educação, Henrique Paim; e das Cidades, Gilberto Occhi. Os ministros discorreram sobre temas recorrentes e relevantes destas áreas a uma plateia de mais de cinco mil gestores municipais.

Além da presença destes ministros, a programação contou com reuniões paralelas. A das Cidades Históricas, a da Seca no Nordeste e do Portal Cidade/Compras. Às 10:30h, no Plenário principal, houve a apresentação dos projetos e parcerias da Confederação Nacional de Municípios (CNM). Em seguida, a entidade premiou os primeiros 10 colocados no Índice de Responsabilidade Fiscal, Social e de Gestão (IRFS), seguido do encerramento do evento com a leitura da Carta da XVII Marcha a Brasília, que ocorreu as 11:00h.
..................
Fonte: www.aurora.ce.gov.br
Informes- Luiz Neto e Adriano Sousa.

sexta-feira, 2 de maio de 2014

AURORA EM NOTÍCIAS > Secretaria de Cultura promove reunião com vistas a criação da nova Banda de Música


Após a aprovação do projeto de lei que cria e municipaliza a Banda de Música local o secretário de cultura e turismo professor José Cícero se reuniu na tarde da última quinta-feira( dia 1º de maio) na sede da Secult com todos os músicos que irão compor a nova banda Sr. Menino Deus de Aurora (fotos acima).
Na pauta, a apresentação do Projeto, o regimento interno, os 28 novos instrumentos musicais recém adquiridos pela prefeitura, além da decidão para a  criação da escola de música que homenageará o maestro Esmerindo Cabrinha.
Secretário de cultura José Cícero
O secretário apresentou ainda  as principais diretrizes que nortearão o funcionamento da banda que, conforme explicou, deverá está funcionando num primeiro momento no prédio da antiga estação ferroviária que irá ser devidamente recuperado e em seguida, após as obras de revitalização do casarão do Cel. Xavier deverá ser transferida para o novo local, isto é, o centro cultural Aldemir Martins no centro da cidade, ao lado da matriz.
Noventa e nove por cento dos músicos aurorenses estiveram presentes ao encontro, alguns que se encontravam viajando mandaram seus representantes.  O regente da nova banda de música será o professor Damião Tavares que na ocasião teceu elogios a iniciativa do prefeito Adailton Macedo e do seu secretário de cultura quando a criação, apoio, resgate e municipalização da banda. 
O prefeito em face de outros compromissos não pode participar deste primeiro encontro acerca da criação da banda que deverá está sendo lançada e inaugurada oficialmente em julho dentro da programação do encontro dos filhos e amigos de Aurora AFA.
"Vamos redobrar nossos esforços no sentido de que possamos tão logo fazer o lançamento da banda, quem sabe em julho por ocasião da festa da AFA que acontece em parceria com a gestão municipal", disse o secretário. Além da escola Esmerindo Cabrinha, disse ele, também iremos recriar o grupo de flauta mirim e quem sabe, um pouco mais  a frente, abrir espaço para o ensino de violão e teclado. 
As inscrições para a escola de música serão abertas em breve na sede da secult-Aurora, completou.
-----------------------------------------
Da Redação do Blog de Aurora e da Secult.
Fotos: J. Silva.
LEIA MAIS EM:
e no Orkut e  Facebook. 
......................................................................

Monumento à Frei Caneca é inaugurado no sítio Juiz de Aurora

Prefeito Adailton Macedo inaugura monumento comemorativo aos 190 anos da passagem  e prisão de Frei Caneca em Aurora.

Na manhã da última quinta-feira - 1º de maio, feriado  internacional do trabalho - foi inaugurado no sítio Juiz região de Ingazeiras a 21 km da sede de Aurora o Obelisco em homenagem  à Frei Caneca, um dos líderes da Confederação do Equador que ali foi preso em novembro de 1824 após confronto contra as tropas do Império.
Estiveram presentes à solenidade, além do prefeito Adailton Macedo,  os secretários de cultura e turismo José Cícero, de saúde Gean Passos, dos transportes Jussier Alves, de Ação Socail Bernadete Gonçalves, como ainda o ex-prefeito João de Zeca, a secretária de cultura de Lavras da Mangabeira Cristina Couto, Ruy Gabriel e o presidente da Academia Lavrense de Letra professor Jeová. Como também professores, estudantes, diretores de escolas e representantes do distrito de Ingazeiras e comunidades circunvizinhas. Além do presidente do sindicato da acgricultura familiar Alexandre Alves e várias autoridades convidadas.
Na abertura aconteceu a apresentação da dupla de repentistas da terra, os irmãos Alex da oitiçica  e Edivânia Luna.
O monumento foi edificado pela secretaria de cultura local sob os auspícios da gestão municipal no sentido de assinalar os 190 anos da passagem do revolucionário pernambucano pelo território aurorense que seguia em direção ao Crato. No Juiz de Aurora Caneca foi preso com cerca de 600 revoltosos sendo reconduzido ao Recife onde um ano depois foi fuzilado, juntamente com outros companheiros, inclusive com execuções em Fortaleza, a exemplo do célebre padre Mororó. Sendo o fim do movimento libertador que envolveu rebeldes de Pernambuco, Paraíba e Ceará.
A iniciativa conforme o secretário José Cícero, tem o propósito de difundir e resgatar junto a nova geração uma das mais importantes páginas da história do Brasil que por quase dois séculos se manteve escondida. Frei Caneca portanto, enfatizou ele; 'é um dos heróis mais autênticos da nossa história, assim como a confederação do Equador  se constituiu num dos mais belos e significativos movimentos de libertação revolucionária do nosso país entre os 16 ocorridos só no Nordeste, sobretudo pelos ideais que defendia e pelo feito eminentemente popular', finalizou o secretário.
Tanto o prefeito Adailton, quanto a secretária Cristina de Lavras, durante suas falas também ressaltaram o caráter  pioneiro e simbólico da iniciativa como fatores de reconhecimento cívico e histórico do passado de lutas do Brasil.
Capitaneado pela secretaria lavrense em parceria com a gestão de Aurora, Sousa na Paraíba e a Assembleia Legislativa do Ceará dentre em breve será produzido um documentário sobre a passagem de Frei Caneca por esta região. Oportunidade em que serão feitas filmagens em todo o percurso feito no século XIX por Caneca por toda a região.
Ao som de tradicionais pifeiros regionais ocorreu o encerramento do ato público quando foi servido um lanche a todos os presentes.
--------------
Da Redação do Blog de Aurora e da Secult.
Fotos: Adriano de Sousa Anão.
.............................................................................

Foto Intrigante é feita por jovens às margens do Rio Salgado em Aurora

Foto com imagens estranhas: ver as partes circuladas

Fotografia feita nas margens do Salgado vem chamando a atenção e a curiosidade de internautas

Sempre que o rio Salgado enche logo se transforma de vez num verdadeiro ponto de atração. Um autêntico cartão-postal de Aurora, município onde percorre cerca de 42  km do seu território e praticamente divide a cidade ao meio. 
Alguns não se contentam apenas em registrar sua beleza de modo fotográfico, mas arriscam, inclusive, um bom banho e um mergulho como nos velhos tempos em que o "rio do Cariri" era mais romântico e mais saudável.
Atualmente  com a popularização dos aparelhos celulares munidos de câmaras, fotografar a beleza natural do velho rio tem se transformado numa verdadeira febre pela população. De forma que, diversas imagens do rio aurorense tem sido postadas todos os dias nas redes sociais, principalmente no Facebook e mídias afins. 
Foto da enchente do Rio Salgado em Aurora - CE.
Mas, uma imagem em especial feita na tarde do último domingo tem chamado a atenção pela presença de um detalhe no mínimo estranho e pra lá de inusitado. Pelo menos é o que acham todos os que já viram e comentaram a foto publicada inicialmente na internet(facebook).
Depois de tirar diversas fotografias às margens do rio num local entre o sítio Santa Bárbara e o Poço do meio(atrativo natural) já nas proximidades da sede(Alto da Cruz) a jovem Francisca Patrícia se assustou quando ao chegar em casa viu o que havia aparecido na foto que fizera ao lado de um outro amigo. Uma pessoa estranha ao ambiente apareceu no registro fotográfico, quando na imagem é possível se ver partes do seu corpo. (Ver foto 1ª acima). Outros registros acerca do tal acontecimento ainda não foram disponibilizados.
Equipe entrevista jovem da foto
Reportagem do Blog de Aurora entrevista principal protagonista do fato:
Com vistas a checar a veracidade do fato a equipe da secretaria de cultura(Secult)  e do Blog de Aurora(foto ao lado) compareceu na manhã desta terça-feira(15) à residência da jovem Patrícia com o fito de confirmar toda a história. Além de verificar in loco a imagem original feita via celular que, aliás, conforme avaliou a equipe, parece demonstrar não ter havido nenhuma montagem ou qualquer outro tipo de artifício sensacionalista.
POSSIBILIDADES EXPLICATIVAS:
 
Prof. JC e equipe durante entrevista
De acordo com o editor do Blog de Aurora o professor José Cícero, (caso não seja um fato simples) há duas possibilidades de se explicar razoavelmente o acontecimento. A primeira seria por meio  da parapsicologia sob a ótica da chamada projeções mentais sugestionadas ou pela dupla fotografada ou pelo próprio indivíduo que realizou a imagem.  
A outra, seria pela visão Espírita com outros desdobramentos de pessoas já desencarnadas com ou sem ligação direta com os envolvidos nas imagens. No entanto, ressaltou, que o fato necessitaria de uma análise mais profunda, criteriosa e acurada, principalmente por parte de especialistas em ambos os assuntos, concluiu.
..................................................
Da redação do Blog de Aurora
Aurora - CE.
fotos: anexas Jean Charles
LEIA MAIS EM:
e no Orkut e  Facebook. http://caririhistoria.blogspot.com.br/2014/05/jornalismo-cultura-cariri.html